Visiting Houston – Day 1

Ler em Português
Read in English

Aproveitando umas mini férias, decidimos ir dar um saltinho a Houston com o intuito de visitar o famoso NASA Space Center e, já que estaríamos nesta cidade pela primeira vez, aproveitar para explorar downtown e parar em alguns dos sítios recomendados pelo site Thrillist.

De San Antonio a Houston são cerca de 3h de carro, portanto saímos ainda de manhã em direcção à primeira paragem: JP Morgan Tower. Eu, que sou uma medricas no que toca a alturas lá me fui preparando para subir os 60 andares e observar a cidade de lá de cima, no sky observatory. É que esta menina, quando se decidiu fazer mulher e subir a Torre Eiffel, nunca pensou que fosse ficar parada, num elevador de vidro, no meio do raio da torre com vistas nada privilegiadas – para mim – para a cidade! Quantas vezes sobem e descem aqueles elevadores e quantas vezes pararam a meio? Pois, não sei mas digo-vos que para quem, como eu, não se sente nada confortável nas alturas, foi assustador. Mas voltando a Houston, não é que chegamos lá e, eu já prontinha para deixar o medo e subir os 130m, o observatório está fechado ao público? Segundo algumas pessoas, fecharam-no devido a estragos provocados por visitantes. É o problema de oferecerem estas coisas de forma gratuita. Se calhar, se fosse preciso pagar para subir, ainda estaria aberto.

Ficamos um bocadinho desiludidos e bora lá afogar as mágoas na comida. Haviam uns sítios engraçados mas quisemos experimentar uma coisa diferente e fomos ao Wokker, um sítio de comida thai que já foi um food truck mas está agora dentro de um edifício muito giro, onde há um bar de cervejas artesanais e algumas mesas viradas para a rua, com vistas dos edifícios enormes de downtown.

Pedimos, para entrada, Brisket Egg Rolls e Wokker TX Ranger Fries e pedimos ainda o Pork Belly Fried Rice e Vietnamese Shaken Beef. Nada de desilusão desta vez, a qualidade da comida é óptima e o nosso favorito foi, sem dúvida, o Pork Belly Fried Rice.


De seguida, fomos caminhar pelo Buffalo Bayou Park, um parque com 124 hectares onde podem, e devem, visitar sítios como a famosa ponte dos morcegos em que podem assistir a 250 mil morcegos sobrevoar a ponte e cidade enquanto o sol se põe. Vejam este vídeo e digam lá se não é qualquer coisa.

O parque não fazia jus às imagens que vi antes de visitar e isto deve-se ao facto de Houston ter sido, severamente, atingido pelo furacão Harvey há uns meses. Muitas zonas estavam fechadas mas havia, ainda, espaços verdes que sobreviveram.

O jantar foi no Melting Pot, um restaurante de fondue onde podem customizar o vosso menu ou optar pelos que estão já designados e passar ali um bom serão. O jantar é vos servido em 4 etapas: entrada, salada, prato principal e sobremesa e todos são cozinhados na mesa, no fondue, excepto a salada. Escolhemos um fondue de queijo com batatas para entrada, salada caprese, o prato principal “The Classic” que consiste em porções de camarão, frango com ervas, bife angus, bife teriyaki e porco e, para sobremesa, S’mores: chocolate derretido, marshmallow, graham crackers e brownies, blondies e fruta para mergulhar. Meu Deus! Mais uma vez, satisfação nível 1000.

O dia seguinte seria na NASA, espero por vocês no próximo post. – já seguem no instragam? ófaxabor venham embarcar nas aventuras pela América.

Continue Reading

Apple Pie

Ler em Português
Read in English

Estamos na época das tartes e sobremesas saídas do forno e qualquer dia mais fresco é o mote perfeito para cozinhar comida que, além de nos aquecer a alma, espalha um cheirinho super agradável por todos os cantos da casa.

Não foi num desses dias que fiz esta tarte, pois lambareira como sou, qualquer dia pode ser o dia perfeito para uma tarte de maçã (se não estiver na minha “dieta”) mas depois de ficarmos completamente fãs de uma das melhores tartes de maçã de sempre, a do HEB – um supermercado local, e com uma base de massa folhada por usar – que é coisa que nunca há cá por casa – decidi que ia fazer a minha versão e assim nasceu esta receita, desta vez sem ser inspirada em nenhum site, usando apenas os ingredientes e quantidades que para mim seriam os indicados e usando a melhor ferramenta na cozinha: o palato.

Tarte de maçã:

Ingredientes

  • 1 base de massa folhada (usei redonda)
  • 5 maçãs grandinhas (usem as que preferirem)
  • sumo de limão
  • açúcar amarelo
  • manteiga
  • canela
  • 2 c.sopa de farinha integral

Preparação:

  • Estender a massa folhada numa forma de fundo amovível.
  • Cortar as maçãs em fatias fininhas, espremer o sumo de um limão nas maçãs e reservar num recipiente.
  • Levar a manteiga, numa frigideira anti-anderente, ao lume e juntar a maçã.
  • Adicionar o açúcar amarelo e mexer (a quantidade de açúcar depende da vossa preferência).
  • Em lume brando, cozinhar as maçãs até que estas fiquem macias e se forme um molho na frigideira.
  • Juntar canela (quantidade que preferirem).
  • Dispor o preparado na massa folhada.

Para o topping:

  • Num recipiente juntar a farinha integral, a manteiga e o açúcar e amassar até estar tipo areia.
  • Colocar esta mistura por cima da tarte.
  • Levar ao forno a 180º até estar no ponto, cerca de 30min, pode variar.

 

Não medi quantidades de açúcar e manteiga pois o primeiro é dependente do que preferem e as vossas maçãs podem ser mais doces. Já a manteiga é só mesmo o necessário para que as maçãs não fiquem sem “molho”. É mais a vossa preferência, por isso estejam à vontade.

Não fosse eu ser uma pessoa orgulhosa do meu estilo de vida saudável e não é que ia já uma fatia destas.

Continue Reading

Texas Weather

Ler em Português
Read in English

Na blogosfera, nesta altura, o que não falta são posts com sugestões para roupinhas da estação e gente a pedir a S.Pedro os dias frescos para as vestir. Pois parece que o senhor decidiu ir de férias e não vos tem ajudado muito nesse aspecto.

Eu entendo muito bem a necessidade dos dias frescos, do vestir roupa mais quente ou ficar no aconchego enquanto assistem à vossa série favorita. Mas se tenho saudades disso? Não! E o meu motivo é bastante válido: vivi 5 anos em Londres onde os dias são quase sempre cinzentos e de temperaturas perfeitas para vestir um guarda roupa inteiro das vossas malhinhas e parecerem uma bola.

Depois dessa dose, este clima do Texas é perfeito. A única desvantagem? Uma pessoa habitua-se aos 40º e depois qualquer baixa significativa é sentida como se estivessem uns 10º quando na realidade está bem mais calor do que num dia de verão em Londres – Verão, em Londres? não há lá verão nenhum!

Já perguntei, a quem é de cá, se algum dia está frio – daquele frio que pede uma boa camada de roupa – e o que me dizem é que no Texas há uns mesinhos com os dias frescos mas para já não posso dar a minha opinião.

Entretanto, vai-se usando uns topzinhos e sandálias, ganhando – e mantendo – uma corzinha de verão que nunca tive por mais de uns dias. É tão mais agradável que o Branca de Neve.

Continue Reading

Low Carb Cookie Dough bites

Ler em Português
Read in English

Uma das minhas coisas preferidas, falando de gordices, é cookie dough, que se traduz massa de bolacha mas não soa tão bem. Não sei se é muito comum em Portugal mas já em Inglaterra era coisa normal e aqui nos States é o mesmo: gelados com cookie dough, spreads de cookie dough e muito mais.

Fazer cookie dough em versão normal, ou seja, cheia de açúcar e gordura é coisa fácil mas nadinha saudável. É que vai direitinho para a banha.

Neste post, falei-vos sobre a dieta ketogénica que estou a fazer. Ora bem, em keto é possível fazer cookie dough pois é uma dieta que consiste no consumo mais elevado de gordura e o açúcar é só substituir por stevia/erythritol. Assim sendo, pûs mãos à obra e decidi fazer a minha cookie dough keto:

Peanut Butter cookie dough bites:

Ingredientes

  • 200gr de farinha de amendoim
  • 4 c.sopa de manteiga
  • 2 c.sopa de erythritol
  • 2 quadrados de chocolate 90%

Preparação

  • Misturar a farinha de amendoim e o erythritol.
  • Derreter a manteiga e juntar na mistura anterior (podem precisar de mais manteiga).
  • Juntar o chocolate partido aos bocadinhos e mexer.
  • Fazer bolinhas, dispor num tabuleiro e levar ao congelador por 10min.
  • Meter as bolinhas em sacas ou tupperwares e guardar no frigorífico.

Esta receita dá para cerca de 20 bolinhas e cada uma com 0,6 net carbs, isto usando os meus ingredientes.

São óptimas para quando dá uma vontade de assaltar o frigorífico e são muito ricas, por isso ficam satisfeitos com pouco.

Aos fãs de cookie dough ou a quem nunca provou, deviam fazer esta receita fácil e simples e depois digam-me a vossa opinião. Só pode ser boa!

Continue Reading