I’ve tried the US health system

Ler em Português
Read in English

Já todos nós passamos pela dolorosa experiência de ter uma dor de dentes – se nunca tiveram uma, sintam-se abençoados. Já não tinha uma há anos e, digamos, não tinha saudades nenhumas mas eis que os deuses dos dentinhos se viraram contra mim e mandaram vir uma daquelas que não desejo a ninguém. Passei a noite a dormir uns 5min de cada vez que aquilo parecia apaziguar e, de manhã, decidi que tinha – mesmo – que ir ao dentista pois viria o final de semana e feriado e se a dor continuasse não havia ninguém que pudesse ajudar.

Fui ao website do seguro de saúde, pesquisei por dentistas e tentei escolher um que tivesse boas reviews que nisto de médicos sou picuinhas. Liguei para alguns, sem disponibilidade, até que consegui que me atendessem no mesmo dia.

Saí de casa e lá fui eu. Preenchi mil papéis, por ser nova paciente, e fui chamada. A assistente do dentista tirou-me mil e um raio x com instrumentos nunca usados no dentista em Portugal ou Londres, e entretanto o dentista veio mostrá-los e fazer uma avaliação dos mesmos. Pois que os 4 dentes que desvitalizei em Portugal, quando ainda era uma adolescente, foram TODOS mal desvitalizados. Eu já sabia que um deles tinha sido mal feito quando, por causa de uma dor de dentes em Londres, me tive que dirigir a um dentista – português, quando possível opto pelos nosso profissionais de saúde que, regra geral, são decentes (a minha dentista original já estou a ver que não) – e ele me mostrou como aquele dente não foi completamente desvitalizado.

O senhor dentista diz-me que podemos tratar 2 cavidades e fazer uma limpeza mas que os dentes que foram mal desvitalizados teriam que ser vistos por um endodôntico. A senhora vem explicar os valores do tratamento das cavidades e limpeza e, ao olhar para a lista enorme que ela tinha na mão, já me estava a doer na alma. O que teria que pagar, se quisesse prosseguir, seriam 263 dollars. Uffa! – pensei eu – not so bad. Quando vejo o detalhado, o seguro pagou 580 dollars e, leiam bem, se não tivesse seguro, pagaria 2800 dollars!

Quanto aos dentes que não foram bem desvitalizados, esses vão ser pagos a ouro, quase de certeza. Estou para ver que valores me oferecem e quanto o seguro paga.

O serviço, posso-vos dizer que foi óptimo, não só me deram uma boa dose de anestesia – no UK nunca deram – até me mediram a pulsação antes de começar. O médico ainda disse que, se sentisse dor num dos dentes que ele arranjou, para voltar no mesmo dia pois queria garantir que não passava o fim-de-semana e feriado com dores.

E foi esta a minha primeira experiência no dentista nos States. Se estão curiosos pelo próximos capítulos, fiquem por aí que a seguir vem o endodôntico.

You may also like

1 Comment

  1. Por acaso, nunca tive uma dor de dentes, mas já recebi muita gente que se vê que estão mesmo a sofrer… quanto aos dentes desvitalizados, não quero desculpar a tua dentista, se calhar ela não é mesmo boa nas endos (desvitalizações), mas é uma das áreas mais difíceis e que só há relativamente pouco tempo é que tem evoluído no sentido de nos facilitar a vida (a nós e aos pacientes), com técnicas mais simples e muito mais eficazes. É uma das áreas que mais gosto, mas é uma área com muita coisa para correr mal e, sinceramente, se tivesse acabado o curso há uns anos atrás, provavelmente, não ia gostar, porque as técnicas eram bastante mais complicadas. Bem, de qualquer forma, espero que isso se resolva (e sem te custar uma fortuna!).

    Bom ano novo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *