Blog em obras

Isto está mais paradinho, eu sei,  mas não é por falta de posts ou inpiração. Estamos com uns problemas técnicos no blog, como por exemplo o “Read in English” que não funciona em vários posts ou algumas imagens/links que desapareceram e, por isso, prefiro não publicar nada até estar tudo arranjadinho. Entretanto, vou fabricando conteúdo cá no estaminé e continuo frequentadora assídua dos vossos blogs!

O Instagram, esse, funciona que é uma maravilha portanto podem sempre seguir lá!

Continue Reading

BRUNCH | Holy Roller

Ler em Português
Read in English

O domingo é dia de brunch – é o dia que escolhemos não contar calorias, como já vos havia dito no post anterior. Já estivemos em mil e um sítios e, de vez em quando, lá procuramos um sítio novo. Foi assim – e porque íamos a Austin, a cidade Capital do Texas – que decidimos experimentar o Holy Roller.

Quando lá chegamos haviam várias pessoas à espera mas foi nos dito que seriam uns 30min até uma mesa estar disponível, portanto sentamo-nos comfortavelmente na zona de espera enquanto liamos o menu. Eu, que já havia visto as fotos das panquecas, sabia que as tinha que pedir, era obrigatório. Não sei se também são assim, mas eu gosto de ler o menu antes de ir onde quer que seja. Assim sendo, mais difícil foi decidir-me pela versão doce ou salgada e pedir as panquecas com o famoso fried chicken. Lá me decidi pelas cookies&cream e o homem pediu uma versão salgada: ovos e bacon.


Para ‘entrada’ quisemos experimentar as trash fries: batatas fritas com natas azedas, ovo frito, queijo, milho, cebola, chillies e salsa. Estavam óptimas e é toda uma combinação que funciona muito bem! Acompanhamos a comida com o ‘Can I get an Amen?‘, uma mistura de Gin, Earl Grey, limão e mel, servido quente.

As panquecas estavam mesmo como uma panqueca deve ser, massa alta e fofinha, e muito bem servidas. Eu, que sou uma lambareira e gosto de coisas doces, preferi as do homem pois o contraste do salgado com o doce é muito mais interessante no palato. As minhas panquecas tornavam-se um bocado doce demais, mesmo para gulosos como eu!

De uma decoração estilo funky-punk-rock, este é o sítio perfeito para um brunch descontraído, com boa música e vários apontamentos religiosos mas de uma maneira divertida. Thank God! O melhor, ainda, é que não precisam de esperar pelo fim-de-semana pois o brunch é servido todos os dias. Portanto, se vivem em Austin ou estão a planear visitar, façam o favor de lá ir.

Continue Reading

White Chocolate Chip Cookies – Bolachas com pepitas de Chocolate Branco

Ler em Português
Read in English

Uma vez por semana, não olhamos a calorias e comemos umas lambarices. Esta semana íamos trazer as nossas bolachas favoritas do supermercado mas estavam mais cozidas que o costume e nós, que gostamos de tudo branquinho e underbaked, decidimos não comprar e faze-las eu. E assim foi, chegámos a casa e fui procurar receitas de bolachas com pepitas de chocolate branco. Das mil e uma receitas disponíveis, decidi-me pelas do blog Sally’s Baking Addiction, fazendo apenas uns pequenos ajustes.

Bolachas de Pepitas de Chocolate Branco

Ingredientes:

  • 280gr de farinha
  • 1 c.sobremesa de bicarbonato de sódio
  • 1,5 c.sobremesa de farinha maizena
  • 1 pitada de sal
  • 170gr de manteiga derretida
  • 150gr de açúcar amarelo
  • 100gr de açúcar branco
  • 1 ovo e 1 gema (temperatura ambiente)
  • 1 c.sobremesa de extracto de baunilha
  • pepitas de chocolate branco qb

Preparação:

  • Num recipiente, juntar a farinha, bicarbonato de sódio, maizena e sal.
  • Num recipiente à parte, mexer a manteiga derretida com o açúcar e juntar o extracto de baunilha.
  • De seguida, juntar o ovo e a gema.
  • Misturar os ingredientes líquidos nos ingredientes secos.
  • Envolver as pepitas de chocolate.
  • Levar ao frigorífico durante cerca de 1h.
  • Retirar do frigorífico e fazer bolinhas gradinhas
  • Levar ao forno pre-aquecido a 175º durante cerca de 12min

O tamanho das bolachas pode ser diferente, se preferirem podem fazer mais pequenas mas isso irá alterar o tempo de cozedura.

Eu fiz bem grandinhas e ficaram óptimas! Já guardei a receita e, se também sao fas deste tipo de bolachas, deviam fazer o mesmo. Sao bastante fáceis e dá uma dose bem grande de bolachas, so it’s a win-win!

Continue Reading

Prozis – Orders/Encomendas

Ler em Português
Read in English

Já estava para encomendar as famosas aveia+proteína da Prozis há vários meses – pois que é ver gente por todo o lado a fazer papas com a sua saquinha de Oats+Whey de sabores fantásticos *inveja*inveja*. Lá por casa, estamos habituados a fazer a aveia e depois juntar a nossa Quest favorita, Banana&Cream e é óptima (como qualquer produto Quest) mas, sem dúvida, é bastante conveniente já estar a proteína misturada na aveia e sempre dá para variar. Vai daí, estava mesmo decidida a encomendar umas embalagens da Prozis e usufruir, também, dos seus descontos que me soam sempre bem.

Ontem foi o dia. Lá vou eu toda feliz da vida passear pelo website, meter coisas para o carrinho e, já pronta, clico no checkout. É aqui que a minha história desilusão começa. Não é que os senhores queriam, nada mais nada menos, que $60 para o envio? Mais do que o valor da própria encomenda. Fui, então, pesquisar e, sendo a Prozis uma marca Europeia, faz todo o sentido que seja um dinheirão mandar vir uma encomenda para os Estados Unidos. Mas e agora, digam-me lá, como é que vou continuar a ver as vossas papas de aveia e os zero syrups – sim, esses também estavam na encomenda – sem ficar com desejos? Pronto, e é isto. Uma mulher sofre!

Vamos lá ver se há semelhante por aqui. Se souberem de alguma loja (online ou física) que venda este tipo de produtos nos Estados Unidos, é fazer o favor de indicar!

Continue Reading