Trabalhar nos E.U.A.

Quando decidimos vir para o Texas, eu viria num L2 visa – spouse of an L1. Neste visa, para poder trabalhar, é preciso preencher alguma papelada e enviá-la para o U.S. Citizenship and Immigration Services. Além da papelada necessária para a vossa EAD – Employment Authorization Document, precisam enviar um cheque de $410. Ah pois é, não só pedes para trabalhar como pagas.

Continue Reading

A primeira vez que disparei uma arma

É inevitável. Para nós, Europeus, armas são coisas de filme e pensar nelas na vida real é deveras assustador. Como já disse neste post, as armas eram um dos motivos pelo qual demorei na decisão de vir para o Texas. A possibilidade de andar na rua e me encontrar numa situação das que vemos nos filmes não era muito apelativa mas também era só isso: o que vemos nos filmes. Na realidade, só vi a primeira arma quando me dirigi a uma loja que vende esse tipo de coisas. Não é como os media impingem. Ninguém anda a passear a sua arma à cinta, até porque a entrada nos estabelecimentos é proibida.

Continue Reading

Americanish – Design

O Americanish foi criado pois o meu blog anterior não fazia sentido uma vez que relatava o dia-a-dia e aventuras em Londres e isso estava até inserido no nome do mesmo. Quando decidi criar o Americanish, podia ter pedido apenas uma remodelação à Joana mas não achei esta a melhor solução pois ia misturar duas coisas distintas. Foi assim que optei por um blog novinho em folha com este design limpo e cor, que era algo que faltava no meu blog anterior.

Continue Reading

Halo Top – The Hype is Real!


Image from Halo Top Facebook’s page

Por muita porcaria que haja à venda nos states, não quer dizer que não se arranjem umas coisas jeitosas, livres de quilos de açúcar e xarope de milho – este que é só um dos ingredientes mais fácil de encontrar nos produtos vendidos n’ América. E foi assim, numa das idas ao supermercado, que o homem me apresenta Halo Top: um gelado alto em proteína, baixo em calorias e em açúcares. São apenas 240-360 calorias e 20gr de hidratos de carbono por cada 500ml deste gelado vindo dos céus! Já não é preciso fazer scoop para uma taça e fechar o resto a 7 chaves, podem comer um inteiro e não se odiarem. E há sabores variadíssimos, muitos ainda me faltam na lista.

Continue Reading

Metallica – Alamodome

Metallica. Banda que sempre desejei ver e nunca tive oportunidade. Mesmo não sendo 1983 e os senhores já não estarem no seu auge musical, continuava nos dias de hoje a ser uma prioridade na minha bucketlist.

Eis que, acabadinhos de chegar a terras Americanas, o homem diz que comprou bilhetes para os ir ver. OMG! Nem fazia eu a ideia de que andavam em tour, muito menos em San Antonio.

Continue Reading

Alamo Drafthouse

Apreciadores de cinema? E de comida? E das duas coisas juntas? Alamo Drafthouse é o sítio certo para vocês! Pois que isto é coisa que eu nunca ouvi falar mas quando o homem me diz que podemos ir ao cinema e encher a mula ao mesmo tempo, os meus olhos até brilham! E não venham vocês dizer-me que também podem comer pipocas, eu posso pedir milkshakes, pizza, bolachas cozidas na hora e até bebidas alcoólicas! Já se imaginaram sentadinhos no cinema e serem servidos coisas destas? Uma pessoa já não quer outra coisa! Posso dizer-vos que, em 5anos em Inglaterra, fui menos vezes ao cinema que em 1 mês e meio aqui. E não é só porque lá não nos dão destas coisas, é que em Inglaterra, uma pessoa chega de onde quer que seja e já não quer sair de casa. O calor que se faz nas ruas e o preço do bilhete não me compram. O mesmo não se pode dizer quando estão quase 40º lá fora e vos trazem a papinha à mesa.

Continue Reading

The Impossible – Hopdoddy’s Burgers


Image from Hopdoddy’s Facebook (sorry, mine’s were too dark!)

Não, não me interessa o novo gossip das Kardashian nem a música nova da Rihanna. Mas falem me de comida e desses sítios mais ou menos requintados onde orgasmos fazem parte do menu, e já lá estou! O Hopdoddy entrou nesta categoria quando foi dito serem os melhores hambúrgueres cá nesta região do Texas (San Antonio/Austin). Se uma pessoa diz isto, é óbvio que nós, sendo como somos, não íamos demorar muito a lá ir. E não demorou… Hoje já lá estávamos. O  famoso hambúrguer “The Impossible” é o mais popular do menu quando lá se encontra (é um ‘special’) e dá para perceber porquê: é vegan e reza a lenda que sabe a carne. Assim sendo.. A curiosidade levou a melhor.

Continue Reading

5 coisas (boas) de Londres

Ok, se calhar dizer que vou ter saudades de alguma coisa em Londres, é tirar o brilho a esta palavra tão portuguesa que é ‘saudade’. Na verdade não há muito do que sentir falta. O clima é… questionavel, qualquer sítio está de tal forma atolado de gente que uma pessoa se questiona se é tudo residente ou se está a decorrer uma monumental orgia. Objectivo de vida de muitos dos locais e estrangeiros que lá vivem? Ir de férias, rápido! Mas isso é assunto para outro post. Neste, vou ficar-me pelo que, de certa forma, me trás boas memórias de Londres.

Continue Reading

Porto – Londres – Texas

Em 2012 mudamo-nos do Porto para Londres e foi sem dúvida a coisa certa. Não haviam bons empregos em Portugal e uma oferta de trabalho vinda de Londres foi o suficiente para não recusar e mergulhar numa aventura que viria a ser uma óptima experiência. Mas Londres não é para qualquer um, e definitivamente não é para nós. Somos Portugueses, estamos habituados a vitamina D, praia, e dias que valem mais que 24h. Há quem nunca queira sair de Londres, nós já estávamos prontos.

Continue Reading